Indaiatuba

Cirva segue com atendimento regular no centro da cidade

O Centro de Integração, Reabilitação e Vivência dos Autistas (Cirva) não será transferido para novo prédio e também não será desativado. Na edição anterior, a Tribuna errou ao informar que a entidade seria transferida de endereço. Assim, o Cirva segue com o atendimento terapêutico aos autistas à Rua Padre Bento Pacheco (Centro).

"Continuaremos com os atendimentos aqui mesmo, no Centro", reforça Denise Rezende, assistente social do Cirva. "Nosso trabalho com os autistas é feito de forma independente."

Conforme informado pela Prefeitura, por meio de assessoria de imprensa, foi inaugurado no início desta semana o Espaço Avançar, que atua como modelo de atendimento aos autistas do município, e não possui vínculos com qualquer entidade assistencial. A iniciativa tem o objetivo de assegurar atendimento integrado e multidisciplinar, com capacidade para receber até 40 crianças em idade escolar.

A Prefeitura informa, ainda, que a rede de ensino de Indaiatuba trabalha com a inclusão e os atendimentosprestados pelo projeto Avançar correspondem a encaminhamentos dos casos severos de autismo. O espaço possui também uma clínica para receber 200 pacientes, atendidos por uma equipe de 13 profissionais da educação, dez da saúde e uma de esporte.

A abertura do Espaço Avançar ocorreu ao mesmo tempo que o início do ano letivo das escolas municipais. Situado na Escola Municipal Elvira Maria Mafei, no Jardim Rêmulo Zoppi, o local passou por reformas de adequação para comportar as atividades realizadas.

O horário escolar é das 8h às 12h e das 13h às 17h. Já a clínica funciona das 7h às 17h, e os atendimentos são agendados. O prédio é equipado com quatro salas de aula; quatro consultórios; uma sala sensório-motora; uma sala de estimulação precoce; uma sala casa pedagógica; uma sala de oficina pedagógica multidisciplinar e compartilha uma piscina e uma quadra poliesportiva da Secretaria de Esportes.

O atendimento aos autistas era feito anteriormente no Complexo Educacional Professora Laura Fahl Corrêa (Parque das Nações), além da parceria com o Cirva, que mantinha também o Colégio de Integração e Vivência dos Autistas de Indaiatuba (Civai) - este, por sua vez, encerrou as atividades e, assim, a administração municipal lançou o projeto.


Fonte:


Notícias relevantes: