Indaiatuba

Saúde promove mutirão contra a febre amarela

A Secretaria de Saúde promove hoje um mutirão de vacinação contra a febre amarela. A ação ocorre em dez unidades de saúde de Indaiatuba (veja ao lado), das 8h às 17h.

O objetivo principal é atingir os munícipes que desejam tomar a vacina mas não estão cadastrados nas listas de espera - para estes, o pessoal das Unidades Básicas de Saúde (UBS) já estão entrando em contato para agendar as imunizações. Para se vacinar, é necessário levar um comprovante de endereço, o cartão do SUS e a carteira de vacinação.

Os que pretendem viajar e necessitam do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia também poderão emitir o documento hoje, no Hospital Dia. Porém, os interessados tiveram de se cadastrar antecipadamente no site da Anvisa: www.anvisa.gov.br/hotsite/viajante/certificado.html.

Na primeira quinzena de fevereiro, Indaiatuba recebeu um lote de 10 mil vacinas. Desde o final do ano passado, chegaram 20 mil doses. Em média, são aplicadas entre 30 e 50 doses diárias em cada uma das 16 unidades de saúde.

A vacina aplicada contra a febre amarela é feita em dose padrão (integral), ou seja, uma única dose oferece proteção e não precisa ser renovada ou reforçada. Até o momento, Indaiatuba não tem registro de qualquer caso da doença, em humanos ou macacos. Os três casos suspeitos notificados este ano foram descartados. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, vinculada à pasta, 70% da população já está imunizada contra a doença.

Não pode tomar a vacina quem já recebeu uma dose no passado; gestantes; crianças menores de nove meses e mulheres amamentando até os seis meses do bebê. A vacinação nos idosos ocorrerá apenas mediante avaliação médica. Os que estão impedidos de receber as doses devem seguir as orientações com o uso de repelentes e evitar as zonas de mata. As ações de combate aos criadouros do mosquito na área urbana também são importantes na prevenção à doença.


Fonte:


Notícias relevantes: