Indaiatuba

Projeto Residência Inclusiva tem licitação

A licitação para a implantação da Residência Inclusiva em Indaiatuba está próxima da fase de conclusão, e os envelopes foram recebidos pela Prefeitura no dia 26 de março. O projeto é da Secretaria da Família e Bem-Estar Social (Semfabes) e prevê o acolhimento de pessoas, jovens e adultos com deficiência em situação de dependência, que ficaram órfãs e não tenham condições de viverem sozinhos.

A Residência Inclusiva será construída à Rua Cascavel, lote Institucional A4, no Distrito Empresarial Bartolomai, ao lado do Centro de Inclusão e Assistência a Pessoas com Necessidades Especiais (Ciaspe). O prédio terá 405 metros quadrados de construção, onde serão oferecidas 20 vagas, sendo dez para homens e dez para mulheres, em dependências separadas, com cinco dormitórios duplos, três banheiros e uma sala de estar em cada uma. Os ambientes como cozinha, lavanderia, refeitório e varanda serão de uso compartilhado.

O projeto arquitetônico foi criado pela Secretaria de Planejamento Urbano e Engenharia, com investimento aproximado de R$ 1,6 milhão, originado de recursos próprios do município, alocados no Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS). A Semfabes também está preparando um chamamento público, no qual constará o público-alvo e as formas de acesso ao serviço: http://www.indaiatuba.sp.gov.br/relacoes-institucionais/imprensa/noticias/26315/

Os envelopes foram abertos ainda na segunda-feira, e a licitação tem a participação de 19 empresas. As propostas estão sendo analisadas, e o processo deve ser concluído no final de abril. De acordo com a assessoria do governo municipal, o prazo previsto para a conclusão da obra é de 12 meses, após a emissão da Ordem de Serviço.

(Adriana Brumer Lourencini)


Fonte:


Notícias relevantes: