Indaiatuba

Projeto ambiental envolve alunos da rede municipal no aterro local

A Escola Ambiental Bosque do Saber, em parceria com a Corpus, iniciou no dia 6 o projeto “Rota dos Recicláveis, conhecendo o destino do lixo”. A ação é direcionada aos alunos do 2º ano da rede municipal e consiste na visita dos alunos ao aterro sanitário local, visando mostrar um pouco mais como é feita a gestão dos resíduos na cidade. O aterro sanitário ganhou uma nova identidade visual para receber os alunos e, agora, é também um espaço voltado para a educação.

Por meio de atividades práticas e vivências, os alunos são estimulados a levar esses conhecimentos às suas casas e reproduzir um comportamento de colaboração e mudança de hábito. No processo, os alunos recebem informações sobre a importância da separação do lixo e sobre a política dos cinco ‘R’ (repensar, reduzir, recusar, reutilizar e reciclar), a fim de priorizar a redução do consumo e o reaproveitamento dos materiais.

A proposta dessa ação é dividida em oito pontos sendo: sensibilizar os alunos a respeito da situação de inúmeros trabalhadores que vivem coletando, ou mesmo sobrevivendo com o que encontram nos lixos; ser capaz de associar o crescimento urbano e econômico ao aumento do consumo e ao impacto socioambiental causado pela produção do lixo; identificar o exagero na produção de lixo doméstico e coletivo; obter informações e ser capaz de relacioná-las, utilizando-as no seu dia a dia; aprender importância da destinação correta do lixo destacando a reciclagem, a incineração (lixo hospitalar) e o aterro sanitário; promover estímulo para mudança de hábito ao ensinar a forma correta de separar o lixo que pode ser reciclado; sensibilizar para diminuição no consumo exagerado evitando desperdícios e colaborar na preservação do meio ambiente.

Aterro

O aterro sanitário de Indaiatuba ganhou estruturas mais modernas e sustentáveis, que incluem conceitos de arte-ciência, além de ampliar os conhecimentos sobre as diversas formas de reaproveitamento dos materiais recicláveis. A nova identidade visual foi feita pelos grafiteiros Christian “Psedks” e Edson “Doug 13”. Os artistas são também os responsáveis pela arte impressa na pista de skate do Jardim Califórnia.

O espaço multiuso tem capacidade para 30 pessoas e acessibilidade. A infraestrutura é feita de madeira de reflorestamento e utiliza água de reuso nos sanitários. Durante a permanência no local, os participantes podem carregar o seu celular por meio de energia solar.

No ecoponto móvel, no sistema de coleta soterrada e no centro de triagem os alunos acompanham de perto como é feita a separação dos materiais recolhidos nos ecopontos da cidade, seu armazenamento e aprendem mais sobre como esses materiais podem ganhar um novo uso.

O espaço conta ainda com um jardim e gazebo feito com materiais recicláveis, dentre eles: telhas feitas de tubos de pastas de dente, piso de pneu, bancos de madeiras e blocos da construção civil reutilizados. E ainda possui uma parede verde, que mantém a temperatura mais amena e confortável.


Fonte:


Notícias relevantes: