Indaiatuba

Campanha nacional alerta sobre riscos da hipertensão em jovens e adultos

Vinte e seis de abril é o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão. Nessa data teve início a campanha Meça Sua Pressão, de iniciativa da Sociedade Brasileira de Hipertensão. O objetivo é alertar sobre os riscos da pressão alta, que pode acometer jovens e adultos.

A campanha vai até 17 de maio (Dia Mundial da Hipertensão) com orientações de profissionais da saúde sobre a importância de aferir regularmente a pressão arterial.

Ter hipertensão significa a-

presentar pressão arterial igual ou maior que 14 por 9. De acordo com o cardiologista Elia Ascer, a pressão do corpo pode elevar por inúmeros motivos, mas o principal deles é a contração dos vasos por onde o sangue circula. "Vamos pensar no coração e os vasos como uma torneira ligada a várias mangueiras circulando o sangue", compara. "Se fecharmos a ponta dessas mangueiras, a pressão dentro delas vai aumentar. Acontece a mesma coisa quando o coração vai bombear o sangue para o corpo e as veias estão estreitas. A pressão aumenta."

O médico aponta ainda que, caso não seja tratada, a hipertensão acarreta graves consequências, entre as quais insuficiência cardíaca, insuficiência renal crônica, AVC isquêmico e hemorrágico. "Essa pressão elevada acaba atacando os vasos, coração, rins e cérebro, que são recobertos por uma camada muito fina e delicada, que acaba sendo machucada. Com o tempo, esses vasos vão ficando endurecidos e ainda mais estreitos e podem entupir e romper", complementa.

Ascer também lembra que, por essas razões, a hipertensão não tem cura, mas pode ser controlada e suas consequências mais graves evitadas. "Se você é hipertenso, é importante reduzir o consumo de sal no dia a dia, assim como eliminar o consumo de álcool e cigarro", recomenda. "É fundamental, também, controlar a gordura no sangue mantendo uma alimentação saudável. Para completar, a prática de atividades físicas é importantíssima."


Fonte:


Notícias relevantes: