Indaiatuba

Aluno do Objetivo participa de programa de iniciação científica

O aluno Vinícius de Carvalho e Silva, do 8º ano do Colégio Objetivo Indaiatuba, foi convidado a participar do XIII Programa de Iniciação Científica (PIC) da Unicamp por ter conquistado, no ano passado, a medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Privadas (Obmep).

No dia 14 de abril, Vinícius assistiu à primeira aula na universidade. "Gostei muito do primeiro dia! Foi também a oportunidade para conhecer a Unicamp. Durante o programa, vou poder aprofundar meus conhecimentos em Matemática", afirma o aluno do Objetivo.

O programa do qual está participando na Unicamp é composto por sete ciclos de duas aulas de Matemática Avançada, com universitários. Ao final de cada ciclo, ele fará uma prova e se tiver boas notas passará para o próximo nível e poderá continuar participando do programa em 2019.

Vinícius é um dos alunos do colégio que participa das aulas e das provas olímpicas desde o 4º ano e, até o momento, já conquistou cinco medalhas: em 2014 - prata no Exame Nacional de Tecnologia em Robótica (Enater); em 2016 - prata na Olimpíada Brasileira de Robótica; em 2017 - prata na Canguru de Matemática e na Olimpíada Brasileira de Robótica e bronze na Obmep.

De acordo com o coordenador das Olimpíadas Científicas doColégio Objetivo Indaiatuba, professor Luiz Carlos Marques, atualmente, mais de 220 alunos estão assistindo às aulas preparatórias nas áreas de Biologia, Exatas e Humanas e a previsão é que eles disputem pelo menos 11 olimpíadas este ano. "A procura maior é por olimpíadas que exijam mais conhecimentos gerais, como a Olimpíada Nacional de Ciências, por exemplo. Os alunos querem estudar e ao mesmo tempo se divertir com essa atividade. É isso o que os motiva. Outro aspecto determinante para eles é que as premiações nas olimpíadas estão despertando o interesse das universidades em utilizar esses prêmios como pontuação para o acesso dos candidatos. Grande parte dos nossos alunos encara a preparação olímpica como uma preparação continuada para ao vestibular", explica o professor.


Fonte:


Notícias relevantes: