Indaiatuba

17º Nabor Pires Camargo premia instrumentistas

FINAL

A a final do 17º Prêmio Nabor Pires Camargo – Instrumentista ocorreu no dia 27 de abril. Realizado pela Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Fundação Pró-Memória, o concurso de música recebeu 50 inscrições de diversos Estados. O primeiro colocado foi o violonista Gilson Brito, de São José da Lapa, Minas Gerais (MG). 

A classificação dos cinco primeiros colocados ficou assim:

Gilson Brito (violão) - São José Da Lapa (MG);

Wanessa Nunes Dourado (violino) - São Paulo (SP);

Gustavo Aliandre De Almeida - (acordeon) - Blumenau (SC);

Manoel Messias Costa De Brito (cavaquinho) - São Paulo (SP);

Jussan Cluxnei Canguçu (clarone) - São Paulo (SP).

Prêmio Nabor

Voltado à música popular brasileira, o prêmio visa divulgar as obras do clarinetista e compositor indaiatubano Nabor Pires Camargo, além de estimular e revelar o talento de novos criadores e intérpretes. Trata-se de um dos poucos concursos de música instrumental realizados no Brasil, sendo nacionalmente conhecido.

O prêmio para o melhor músico foi de R$ 8 mil; o 2º colocado recebeu R$ 6 mil; o 3º, R$ 5 mil; o 4º, R$ 4 mil; o 5º, R$ 2 mil; e do 6º ao 10º colocado, foi concedido cachê de participação de R$ 500.

Na comissão julgadora, estiveram o violonista Francisco Araújo; o regente, pianista e cantor, Tiago Morandi Roscani; o pianista, tecladista, acordeonista, arranjador, compositor e produtor, Guilherme Ribeiro; Marco Antônio Bernardo, músico eclético; e o contrabaixista Valgério Adriani Gianotto.


Fonte:


Notícias relevantes: