Indaiatuba

Megaoperação prende 20 pessoas por tráfico

A madrugada e a manhã de ontem (11) marcaram uma ação policial inédita em Indaiatuba. Os bairros alvos foram o Campo Bonito e Jardim Morada do Sol. Denominada "Hades", a operação foi feita para prender traficantes e pessoas ligadas ao crime organizado. Vinte pessoas foram presas e a quantidade de drogas apreendidas não foi divulgada.

Estavam no comando o delegado Danilo Amâncio Leme, do 1º Distrito Policial de Indaiatuba, e o chefe da 2ª Seccional da Polícia Civil de Campinas, José Henrique Ventura. Foram expedidos 22 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão, o que resultou na prisão de 18 pessoas - 15 homens e três mulheres. Dois procurados não foram encontrados. Na ação também acabaram presas mais duas pessoas em flagrante por tráfico, totalizando 20 prisões.

A operação teve início às 4h de ontem, com encontro dos participantes em um posto de gasolina entre as Rodovias Santos Dumont e Bandeirantes, e contou com equipe conjunta da Polícia Civil, com o Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), além de integrantes da Guarda Civil de Indaiatuba, com o canil. No total foram 75 policiais civis na ação - sendo 20 de Indaiatuba - e 55 do Garra, além de 25 viaturas participantes.

Inteligência

"O trabalho de levantamento e inteligência foi todo feito pelo delegado Danilo e durou de 90 a 120 dias", destaca o chefe da 2ª Delegacia Seccional de Campinas, a quem Indaiatuba é subordinada. Ele ressaltou o bom trabalho feito, que deu base para o Ministério Público pedir ao juiz José Eduardo da Costa, da 1ª Vara Criminal de Indaiatuba, mandados de prisão e busca e apreensão.

Danilo adiantou que outras operações contra o tráfico e crime organizado vão acontecer em breve na cidade. Durante a prisão, uma das mulheres agrediu um investigador de polícia de Indaiatuba, o que agravará sua situação. Também foi preso um suposto envolvido num caso de esquartejamento ocorrido este ano em Indaiatuba.


Fonte:


Notícias relevantes: