Indaiatuba

Indaiatuba ganha mais um curso de direito

A faculdade Anhanguera acaba de divulgar que irá oferecer o curso de direito na unidade de Indaiatuba. As inscrições para o vestibular já estão abertas e podem ser feitas diretamente no portal www.vestibulares.br .

Segundo a instituição, o curso em Indaiatuba será disponibilizado no período noturno. A direção da faculdade não divulgou ainda quantas vagas serão oferecidas. As aulas começam no segundo semestre.

Com os conhecimentos obtidos no curso, o profissional formado em direito tem um amplo campo de trabalho. Ele pode atuar, além da advocacia, na defensoria pública, no ministério público, com arbitragem internacional, no direito administrativo, direito da tecnologia da informação, direito do consumidor, no ensino superior, com pesquisas, entre outros.

A direção da faculdade cita que o conceito é inovador, "em um programa que contém pré-aula, aulas presenciais e pós-aula", destaca a diretora Miriane de Almeida Fernandes.

Ele também chama a atenção para as propostas do Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ). "Trata-se de atendimentos aos cidadãos, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), possibilitando ao município mitigar conflitos jurídicos. Além disso, pretendemos abrir um escritório modelo e um centro de conciliação, tudo gratuito. Este é o papel da faculdade Anhanguera: trazer benefícios à cidade onde se instala", garante a diretora.

"A formação humanística do curso prepara o estudante para ingressar em um mercado de trabalho dinâmico e competitivo, que exige não apenas habilidades técnicas, mas também uma visão criativa do direito, preparando o aluno ao exame da OAB", conclui Miriane.

Portaria

Recentemente, o Ministério da Educação e Cultura (MEC), através da portaria 329/18, autorizou a abertura de 34 cursos de graduação em Direito em várias instituições do País.

Serão disponibilizadas 5.070 novas vagas, divididas entre três regiões brasileiras.No Sudeste, quatro novos cursos foram autorizados, sendo três na Capital paulista e um em Minas Gerais. No interior de São Paulo, Campinas também irá ofertar 80 vagas, pela faculdade Unità.

Miriane aponta ainda que o curso de Direito foi autorizado com conceito positivo. "O MEC entendeu que nosso modelo acadêmico irá permitir ao graduando obter conhecimentos teóricos e práticos já nas primeiras séries do curso", reforça.


Fonte:


Notícias relevantes: