Indaiatuba

Romaria para Pirapora começa na quinta e não terá pedestres

Com o tema 'Fraternidade e Superação da Violência', a 76ª edição da romaria de Indaiatuba a Pirapora terá início na quinta-feira (19), com a tradicional bênção de São Cristóvão, na Igreja de Santa Rita de Cássia. No entanto, ao contrário dos últimos anos, a saída dos romeiros acontece somente no sábado (21), com os cavaleiros e charreteiros, já que a procissão dos pedestres foi transferida para a Romaria da Semana Santa, segundo informações do presidente Alcides Gaspar, o Cidão.

"Tivemos poucas adesões e então resolvemos deixar a saída dos pedestres para a Romaria da Semana Santa. Não daria para montar toda uma estrutura para acompanhar poucas pessoas", destacou Cidão. A programação tem início na quinta (19), com a Bênção de São Cristóvão, a partir das 19h30, em frente à Igreja de Santa de Rita de Cássia. O presidente da romaria lembra que não haverá procissão.

A saída dos cavaleiros e charreteiros está marcada para o próximo sábado (21), a partir das 7h, da Fazenda Pimenta, onde os romeiros receberão a bênção do Padre Caio Augusto de Andrade antes da partida para o Santuário de Pirapora. "Optamos pela saída da Fazenda Pimenta para tirar aquela fila de romeiros do centro da cidade", revela Cidão. A saída dos ciclistas acontece no mesmo dia e horário, mas em frente à Igreja Santa Rita. A previsão de chegada ao Santuário de Pirapora é às 17h.

No domingo (22), a Missa no Santuário de Pirapora acontece às 5h, seguida pela saída dos ciclistas às 7h, e dos charreteiros e cavaleiros às 7h30. A parada no ponto de almoço em Cabreúva terá início às 11h. Os primeiros charreteiros e cavaleiros chegam por volta das 17h30 à Fazenda Pimenta. Meia hora depois, os ciclistas começam a receber a bênção, novamente na Igreja de Santa Rita de Cássia.

Cuidados

A comissão organizadora pede a colaboração de R$ 5 para a aquisição dos distintivos da romaria. Além de Cidão, o evento contará com a organização de José Carlos Domingues, o Zé Turco, entre os charreteiros, de Luiz Carlo Oliveira, o Carlinhos do Bar, entre os cavaleiros, e de Aguinaldo Sérgio Hubert, entre os ciclistas.

Os organizadores fazem uma série de pedidos aos romeiros. Todos deverão sair e chegar no horário determinado e não será permitido se adiantarem aos ponteiros ou se atrasarem dos culateiros; a comissão não se responsabiliza por danos ou prejuízos sofridos durante a viagem; e avisa que só serão considerados romeiros e terão direito à assistência e primeiros-socorros, aqueles que possuírem o distintivo. Ressalta ainda que bebidas alcóolicas são proibidas durante o trajeto e que a romaria será acompanhada pela Polícia Militar, Polícia Militar Rodoviária e Guarda Civil.

Para cavaleiros e charreteiros, a comissão solicita que os animais tenham seu arreiamento bem forrado e preso; não sejam obrigados a exercícios que não estejam acostumados; estejam devidamente ferrados; e que não recebam maus tratos com esporas cortantes, chicotes ou outros objetos.


Fonte:


Notícias relevantes: