Indaiatuba

Casa Rosada inicia comunidade terapêutica voltada a mulheres

O Instituto Casa Rosada de Indaiatuba (Icria) é uma entidade filantrópica sem fins lucrativos, de caráter assistencial a dependentes de tabaco, álcool e outras drogas. O espaço oferece tratamento e acompanhamento para adultos, crianças e adolescentes de ambos sexos, assim como aos seus familiares.

"O instituto está com dois anos de atividades", informa o presidente Marcos Augusto Giles. "O primeiro projeto do foi inaugurado no último dia 21, que é a Comunidade Terapêutica Casa Rosada. Ali é oferecido tratamento pela perspectiva da mulher, ou seja, prioriza as questões femininas." Segundo ele, a iniciativa surgiu da necessidade de equipamentos que ofereçam tratamento específico para mulheres.

Marcos explica que o programa tem o objetivo de prestar cuidados integrais a mulheres, em modo de acolhimento e vivência em comunidade terapêutica e acompanhamento em sua ressocialização. "Por isso, fazemos o acompanhamento e atendimento também dos familiares", complementa.

O tratamento tem duração de sete meses, e tem como diferencial o trabalho de acolhida e a questão de estar em tratamento por vontade própria. "Isso tem levado a uma mudança de comportamento e o resgate da própria vida em todos os sentidos", esclarece Marcos.

A Casa Rosada conta com equipe multiprofissional, composta por assistente social (Rafaela), nutricionista (Cintia) professores de ioga (Elizete), de dança (Natália) e de capoeira (Alexandre) e paisagista (Cida). "O conselheiro Gerson atua no trabalho de espiritualidade e em projetos de esportes", completa o presidente.

Marcos conta ainda com a psicóloga coordenadora Tania Maria Ferraz Contrin no desenvolvimento do Icria. As assistidas serão direcionadas ao projeto por meio de convênio que a entidade deverá firmar com as prefeituras, e por indicação de familiares, ex-pacientes e divulgação na mídia. "Atualmente, estamos com 18 vagas disponíveis", finaliza.

O Icria fica na Estrada Municipal Salvador Canton Garcia, nº 1.336 (Mato Dentro). Mais informações pelos telefones (19) 98905-4949 e 99691-6341 (Whatsapp).


Fonte:


Notícias relevantes: