Indaiatuba

Centenário revela segredo da longevidade com saúde

Alcançar a longevidade com saúde é o desejo de muita gente. Que o diga João Francisco de Oliveira, nascido em 2 de setembro de 1918, completando, amanhã, um século de vida. E o melhor: usufruindo de relativa saúde física e lucidez.

Em uma conversa descontraída com a Tribuna, João se lembrou de alguns momentos de sua longa jornada, e demonstrou excelente memória para muitos fatos. "Se Deus quiser, chego aos 100 amanhã", disse o centenário. "Mesmo assim, me sinto mais jovem - tenho saúde boa, memória boa e vista boa."

João é casado há 66 anos com Adelina Frutuosa de Oliveira, de 91 anos. "Ela é minha segunda companheira", revelou. "E tem muita paciência comigo, porque não ajudo em casa, por causa de fraqueza nas pernas. Quando pego uma vassoura ela logo vem e pede para eu deixar de lado - acho que ela gosta de mim! E se Deus permitir, ela vai completar 92 anos no dia 12 de outubro", revelou.

O casal é baiano e veio para Indaiatuba nos anos 1980 - "em outubro de 1987", adiciona João, demonstrando a memória afiada. Sobre o segredo para chegar a esta idade, ele explica que não cometeu abusos. "Nunca fui de bebedeiras ou farra. Fumei cigarro de palha por 60 e poucos anos, mas parei no dia 31 de dezembro de 1999, quando me converti para a Igreja Presbiteriana", lembra.

João teve sete filhos, sendo dois do primeiro casamento, e os outros com Adelina. "Hoje, são quatro que estão vivos", cita a mulher. Em resposta ao número de netos, o centenário não conseguiu dizer. "Eu não sei quantos netos, mas, para encurtar a razão, digo que tenho 41 tataranetos. Dos netos, só fazendo as contas", falou ele, bem humorado.

Os filhos de João e Adelina não moram em Indaiatuba, mas vêm visitar os pais com frequência. "Tem duas que moram em Rondônia, e se Deus quiser vêm me visitar no feriado de 7 de setembro", acrescentou.

Com uma vida de muito trabalho, João se aposentou aos 67 anos, mas não parou de trabalhar. "Trabalhei na Prefeitura por 18 anos, cinco meses e sete dias, como guarda", recordou o centenário.

Celebração

A Igreja Presbiteriana de Indaiatuba irá promover um culto de gratidão e celebração dos cem anos de vida de seu membro mais antigo, no próximo sábado, dia 8, às 19h30. O templo fica à Rua Tuiuti, nº 253. "A presença de amigos e da minha família dará muita alegria para o meu coração. Agradeço muito a Deus e a todos por chegar até aqui", declarou João.

Demonstrando boa condição física e lucidez, João chegou a mencionar o total de dias vividos até agora. "Nestes 100 anos, se Deus quiser eu for completar no domingo, faço 36.500 dias de vida, desde quando Deus me colocou neste mundo", apontou.

Para os jovens, o centenário deu um recado: "Digo para não estragarem a saúde, nem fazerem extravagâncias. Se peguem com Deus, que é o principal, e não se deixem perder pela noite", orientou.

(Adriana Brumer Lourencini)


Fonte:


Notícias relevantes: