Indaiatuba

Hospital de Indaiatuba realiza cirurgia oftalmológica inédita



O Hospital Santa Ignês realizou, no último dia 6, um procedimento inédito na cidade, a vitrectomia via pars, cirurgia oftalmológica de alta complexidade. Isso foi possível devido à compra de um microscópio cirúrgico e de um aparelho de última geração. Com isso, pacientes de Indaiatuba e região terão à disposição um procedimento mais preciso e de rápida recuperação. A cirurgia foi chefiada pelo médico Nelson Chamma Capelanes, oftalmologista especialista em cirurgia vitreorretiniana.
De acordo com o especialista, a vitrectomia consiste na remoção do gel vítreo que preenche a porção posterior do globo ocular. Essa remoção é necessária em alguns tipos de descolamentos de retina e também em hemorragia e infecções, dentre outras alterações. Segundo ele, “não é todo descolamento de retina que é tratado por vitrectomia”. Nelson disse que devido ao fato da cirurgia ser feita por meio de microincisão, o pós-operatório e a recuperação são mais rápidos e mais seguros.
“Os pacientes de Indaiatuba merecem essa conquista e o Santa Ignês passa a ser referência nesse tipo de procedimento na cidade e na região”, ressalta. “O hospital está equipado e preparado para resolver a maioria dos casos de doenças vitreorretinianas que necessitam de intervenções cirúrgicas.”
Com o equipamento é possível a realização de até 7.500 cortes por minuto permitindo assim, maior agilidade no procedimento que chega a levar 35 minutos, dependendo do caso. “Na década passada, os aparelhos chegavam a fazer no máximo até 2.500 cortes por minuto e a cirurgia levava em torno de quatro a cinco horas”, compara.


Fonte:


Notícias relevantes: