Indaiatuba

Tempestade derruba 25 árvores e 45 postes

A tempestade que atingiu Indaiatuba no final da tarde do dia 15 causou muitos estragos, principalmente na região sul. Entre as ocorrências, foi registrada a queda de 25 árvores, além de avarias em dois imóveis residenciais. A limpeza dos locais atingidos prosseguiu até quarta-feira (19).

A prioridade das equipes foi a retirada dos galhos que estavam obstruindo vias ou com risco de causar danos a imóveis. No Jardim Morada do Sol, duas casas foram atingidas; uma delas apresentou danos consideráveis no telhado, que foi temporariamente coberto com lona. Não houve necessidade de esvaziar o imóvel.

Já na outra casa, onde os danos causados pelo vento foram maiores, a Defesa Civil interditou o local e a família foi para casa de parentes. No dia 17, uma nova vistoria foi feita e a interdição permanece. De acordo com a assessoria da Prefeitura, a família deverá apresentar laudo de engenharia. Até o final desta semana, eles estavam alojados em casa de parentes, e já procuram por novo imóvel para morar.

Telma Crepaldi, moradora do bairro Itaici, também enfrentou transtornos, e conta que mais de dez árvores caíram por lá. "Como chegou a cair sobre o telhado, acabou tampando a calha, e por isso, entrou água dentro de casa. Mas, graças a Deus ninguém se machucou nem houve estragos", diz.

O vento forte também causou danos no prédio do Departamento de Reabilitação Física e Mental (Derefim), da Secretaria Municipal de Saúde, que permaneceu fechado na segunda-feira (17), para limpeza e manutenção. O atendimento foi normalizado na terça.

Conforme registro do Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (Ciiagro), o índice pluviométrico registrado na data foi de 5,3 mm. Com relação à velocidade do vento que atingiu o Município, não foram divulgados registros oficiais. A avaliação mais próxima foi no Aeroporto Internacional de Viracopos, que identificou ventos de até 25 Km/h.

Os bairros onde a Defesa Civil atendeu as principais ocorrências foram o Jardim Morada do Sol, Centro e região de Itaici. Também foram atendidos chamados no Parque das Nações, Jardim Marina, Jardim Regina, Moacir Arruda e Jardim Tropical.

Energia

A CPFL divulgou nota informando que 45 postes caíram ou foram afetados pelo temporal. Mais de 800 clientes da concessionária na cidade ficaram sem luz.

A assessoria da concessionária informou ainda que, no período mais grave do temporal, 15 mil clientes dos bairros Jardim Morada do Sol, Itaici, Vila Brizola, Umuarama, Oliveira Camargo, Helvetia, Jardim Belo Horizonte e Parque São Lourenço tiveram o fornecimento de energia interrompido. A distribuidora esclareceu que a situação da cidade está normalizada desde domingo (17).


Fonte:


Notícias relevantes: