Esportes

Crivella diz ter acordo para retorno de treinos, mas Fluminense nega

Reprodução/Internet

Crédito: Reprodução/Internet

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta segunda (25) um plano de retorno do futebol na cidade. Assim, os treinamentos coletivos, como os trabalhos táticos e físicos, serão permitidos a partir de junho. Levando em consideração decreto municipal em vigor, que estabelece as regras de isolamento social de combate ao novo coronavírus (covid-19), atualmente estão liberadas somente atividades médicas e de fisioterapia.

“Volta ao gramado! Em comum acordo, ficou estabelecido que os treinos e rachões serão permitidos a partir de junho, respeitando o protocolo de segurança para atletas e outros profissionais envolvidos. Já conseguimos ver no horizonte um retorno, mas que não é agora. Quero agradecer aos clubes que aceitaram o acordo para a volta dos treinamentos no mês de junho. Dependendo das curvas, marcaremos então as datas para os últimos jogos do campeonato que ficou por terminar”, declarou Crivella.

Em coletiva realizada nesta tarde (25), o prefeito Marcelo Crivella anunciou algumas mudanças nas medidas de combate ao coronavírus e falou sobre a reunião feita no domingo (24) com dirigentes da @FFERJ e dos clubes do Rio. #RioContraOCorona #FiqueEmCasa pic.twitter.com/KYqx6JNHvB

— Prefeitura do Rio (@Prefeitura_Rio) May 25, 2020

Esta foi a primeira entrevista coletiva concedida pelo chefe do executivo municipal após reunião neste domingo (24) com os clubes da Série A do Carioca e a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). O prefeito diz que Botafogo e Fluminense, os únicos ausentes de ontem, concordaram em conversa por telefone com a sinalização de retorno. Porém, em nota, o tricolor nega qualquer contato do prefeito: “O Fluminense vem a público esclarecer que não fez nenhum contato telefônico com a Prefeitura e tampouco com o prefeito, seja para tratar da reunião em que se discutiu a volta do futebol ou para qualquer outro assunto”.

NOTA OFICIAL: O Fluminense vem a público esclarecer que não fez nenhum contato telefônico com a prefeitura e tampouco com o prefeito, seja para tratar da reunião em que se discutiu a volta do futebol ou para qualquer outro assunto. pic.twitter.com/u9rdiWTR4Z

— Fluminense F.C. (de ????) (@FluminenseFC) May 25, 2020

Já o Alvinegro se manifestou através de sua conta no Twitter, confirmando o diálogo com Crivella: “O Botafogo confirma contatos telefônicos com o prefeito Marcelo Crivella, onde reforçou seu posicionamento e pontuou que o momento não é de retomar os treinamentos presenciais, sugerindo que seja realizado em oportunidade futura, dependendo do estágio da covid-19. Com a sugestão para os treinos ocorrerem somente a partir de 1/6 e volta dos jogos no período entre 28/6 e 4/7”.

O Botafogo confirma contatos telefônicos com o Prefeito Marcelo Crivella, onde reforçou o seu o posicionamento e pontuou que o momento não é de retomar os treinamentos presenciais, sugerindo que seja realizado em oportunidade futura, dependendo do estágio da COVID-19.

— Botafogo F.R. (de ????) (@Botafogo) May 25, 2020

O Flamengo, que emitiu nota na semana passada ratificando a retomada dos treinamentos na última quarta (20) no Centro de Treinamento George Helal (Ninho do Urubu), o que ainda não é permitido por decreto municipal, disse que mantém as atividades no CT hoje, mas não explicou como serão os trabalhos: “O Clube de Regatas do Flamengo informa que todos os atletas e colaboradores da comissão técnica testaram negativo no exame semanal de coronavírus, realizado nesta segunda (25), no CT. O clube reforça que trabalha em acordo com o protocolo da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) para conceder a biossegurança necessária no Departamento de Futebol”.

O Clube de Regatas do Flamengo informa que todos os atletas e colaboradores da comissão técnica testaram negativo no exame semanal de coronavírus, realizado nesta segunda-feira (25.05), no CT. pic.twitter.com/oeTmmW6wGp

— Flamengo (@Flamengo) May 25, 2020


Fonte:


Notícias relevantes: