Esportes

Tênis de mesa: brasileiros disputam vaga na semifinal em Doha

Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br
Bruna Takahashi (Brasil) durante partida da final feminina por equipes do tênis de mesa nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Local: Polideportivo 2, em Vidana, em Lima (Peru). Data: 10.10.2019. Crédito obrigatório: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br
Crédito: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br

Nesta quinta-feira (11), às 13h40 (de Brasília), os mesatenistas brasileiros Bruna Takahashi e Vitor Ishiy voltam a jogar no torneio de duplas mistas do WTT Star Contender em Doha, no Catar. A equipe nacional disputará as quartas de final contra os eslovacos Barbora Balazova e Lubomir Pistej. Será o terceiro jogo da dupla nesta competição, que na fase preliminar  eliminou os egípcios Dina Meshref e Omar Assar. Nas oitavas de final, os brasileiros bateram os húngaros Szandra Pergel e Adam Szudi, que ocupam a 15ª colocação no ranking mundial. Os adversários desta quinta-feira estão sem sexto lugar na lista. “Não estou pensando no fato de chegar na semifinal, só quero continuar jogando bem. Até aqui, jogamos muito bem e estar nas quartas desse torneio forte é muito bom. Joguei contra o Pistej no individual, na semana passada. Sei que ele tem um jogo diferente e que eles são muito entrosados”, disse Vitor Ishiy à assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM). A partida terá transmissão ao vivo pelo site oficial do WTT (https://worldtabletennis.com/livevideo).

Brasil eliminado no torneio individual

Os três atletas brasileiros que participavam dos jogos individuais em Doha, acabaram derrotados nas oitavas de final da competição. Ainda na madrugada desta quarta-feira horário de Brasília, Gustavo Tsuboi caiu para o sul-coreano Jeoung Youngsik (13° do ranking mundial). Depois de vencer o primeiro set, o brasileiro permitiu o empate, teve boas chances na terceira parcial, mas acabou superado, por 3 a 1 (11/6, 5/11, 9/11 e 3/11). “O Tsuboi jogou num alto nível, especialmente com a agressividade no saque. Mostrou que pode competir contra os melhores”, analisou o técnico Francisco Arado, o Paco, à equipe da CBTM.

Na sequência, Bruna Takahashi, melhor atleta do Brasil no ranking mundial feminino (47ª), enfrentou a sul-coreana Jeon Jihee (15ª do mundo) e perdeu os dois primeiros sets, reagiu na terceira parcial, mas acabou batida por 3 a 1 (7/11, 6/11, 11/9 e 5/11). “A Bruna fez um jogo muito bom, teve alguns problemas com a recepção devido ao alto nível do saque da adversária, mas mostrou boas coisas, especialmente na disputa de backhand”, disse o técnico à assessoria da Confederação.

Hugo Calderano, melhor mesatenista do país no ranking masculino (7°), foi o último brasileiro a ir à mesa. O carioca encarou o eslovaco Darko Jorgic (31° do mundo). Saiu na frente, mas sofreu a virada por 3 a 2 (8/11, 6/11, 12/10, 11/7 e 13/11) e também se despediu do torneio.


Fonte:


Notícias relevantes: