Esportes

Com lockdown no litoral, Santos leva treinos para interior paulista

Com lockdown no litoral, Santos leva treinos para interior paulista
Crédito: Reprodução/Internet

A partir desta terça-feira (23) até, pelo menos, o próximo dia 4 de abril, o elenco do Santos treinará em Atibaia (SP), a cerca de 150 quilômetros de casa. A mudança se deve ao lockdown pelo qual passará a Baixada Santista, no litoral paulista - iniciando também nesta terça-feira - devido ao aumento de casos e internações pelo novo coronavírus (covid-19) na região. A prefeitura de Santos (SP) proibiu a prática de atividades esportivas na cidade, o que incluiu a preparação da equipe alvinegra.

A delegação santista viaja após a conformação dos resultados dos testes de covid-19 realizados com elenco, comissão técnica e funcionários que têm contato com os atletas. O grupo ficará hospedado em um hotel com campo de futebol, onde o técnico Ariel Holan dará sequência aos treinos para o jogo de ida do confronto pela terceira fase preliminar da Libertadores, contra o San Lorenzo (Argentina), no próximo dia 6 de abril, no estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires (Argentina), às 21h30 (horário de Brasília). O time fica em Atibaia até sexta-feira (26), tem o fim de semana de folga e retorna à cidade do interior paulista na outra segunda-feira (29). Trinta e um jogadores foram relacionados.

Por enquanto, o Santos está sem jogos confirmados do Campeonato Paulista até o duelo contra o San Lorenzo, mas pode ter ao menos um compromisso do Estadual pela frente até lá. No início da tarde de segunda-feira (22), a Federação Paulista de Futebol (FPF) anunciou a suspensão do torneio até o fim da Fase Emergencial, a mais restritiva do Plano São Paulo, de contenção à disseminação da covid-19, mas confirmou a retomada integral da competição para 31 de março, seis dias antes da partida na Argentina.

Na segunda à noite, porém, a FPF marcou a partida entre Mirassol e Corinthians para 21h desta terça em Volta Redonda (RJ). Em nota, a entidade informou que deseja "realizar alguns jogos pontuais da competição, com o intuito de minimizar os impactos no calendário das equipes mais afetadas com esta situação, especialmente as que já têm compromissos de competições nacionais e internacionais". Caso do Santos, que pode viver uma maratona caso avance à fase de grupos da Libertadores, com partidas entre abril e maio.

Outro clube afetado pelo lockdown no litoral é a Portuguesa Santista, que disputa a Série A2 (segunda divisão) do Campeonato Paulista. Segundo a FPF, a competição da qual a Briosa participa também será retomada no próximo dia 31. O time rubro-verde volta a campo às 15h, diante do Atibaia, no estádio Décio Vitta, em Americana (SP).

Já a equipe feminina do Santos terá as atividades interrompidas durante o lockdown. De acordo com o clube, as jogadoras treinarão em casa, acompanhadas pela comissão técnica de forma online. O calendário das Sereias da Vila tem início em 17 de abril com a estreia na Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro Feminino, contra o Internacional, em Porto Alegre, às 15h.

Conforme a prefeitura de Santos, a cidade registrou, na última segunda, uma ocupação de 81% nos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para casos da covid-19. Na rede privada, a taxa é de 93%. No município do litoral paulista, morreram 1.173 pessoas por causa do novo coronavírus.

 


Fonte:


Notícias relevantes: