Esportes

Brasileiro Feminino: Palmeiras bate Avai/Kindermann fora de casa

Brasileiro Feminino: Palmeiras bate Avai/Kindermann fora de casa
Crédito: Reprodução/Internet

A segunda rodada da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino teve início nesta quarta-feira (21) com vitória do Palmeiras sobre o Avaí/Kindermann, atual vice-campeão, por 3 a 0 no estádio Carlos Alberto Costa Neves, em Caçador (SC). O Internacional também ganhou fora de casa: 2 a 0 sobre o Bahia no estádio de Pituaçu, em Salvador. O Real Brasília, por fim, derrotou o Botafogo no estádio Ciro Machado do Espírito Santo, mais conhecido como Defelê, na capital federal.

As Palestrinas tiveram o controle do jogo em Caçador. Aos 17 minutos, a lateral Bruna Calderan lançou a centroavante Bia Zaneratto, que dividiu com a goleira Bárbara e levou a melhor. A bola sobrou para Chú, quase na pequena área, mas a atacante bateu fraco e a zagueira Carla, pouco antes da linha, salvou as anfitriãs. Aos 22 minutos, em nova investida alviverde, a meia Duda Santos acertou o travessão.

A missão do Avaí/Kindermann ficou mais complicada aos 34 minutos, com a expulsão de Bárbara por reclamação, dando lugar à goleira reserva, Letícia. Cinco minutos depois, Bruna Calderan cruzou rasteiro pela direita e Duda Santos chutou de primeira, para boa defesa de Letícia. Aos 40, enfim, o Palmeiras balançou as redes. A meia Camilinha tentou cruzar pela esquerda e acabou encobrindo a arqueira das Leoas.

Na etapa final, as catarinenses quase empataram logo no primeiro minuto, mas a goleira Taty Amaro evitou o gol de Larissa, frente a frente com a atacante. O Verdão respondeu quatro minutos depois, com Bia Zaneratto sendo derrubada na área pela zagueira Siméia. A própria Imperatriz bateu o pênalti e converteu.

As alviverdes diminuíram o ritmo, mas mantiveram a partida sob controle e aumentaram a vantagem no final. Aos 43 minutos, após cruzamento rasteiro pela direita, quase da linha de fundo, a atacante Carol Baiana - que perdeu uma grande oportunidade na cara de Letícia um minuto antes - mandou para as redes.

Real Brasília 1 x 0 Botafogo

No Distrito Federal, o Botafogo teve duas boas chances para abrir o placar contra o Real Brasília no estádio Defelê. Aos quatro minutos, a atacante Kelen cobrou pênalti e a goleira Flávia defendeu, desviando a bola na trave esquerda. Aos 24, a meia Vivian, na pequena área, cabeceou no travessão.

Na etapa final, as Leoas do Planalto balançaram as redes logo na primeira oportunidade real. Aos seis minutos, na sequência de uma bola recuperada na esquerda, a atacante Gadú foi lançada na área e chutou na saída da goleira Rubi. Aos 38, a atacante Marcela Guedes quase ampliou em jogada individual na área, mas Rubi, com a ponta dos dedos, evitou o gol.

Nos acréscimos, o Botafogo teve a chance do empate em cabeçada da zagueira Karen no travessão. No rebote, a meia Gaby Louvain desviou e Flávia fez grande defesa, em cima da linha, garantindo a primeira vitória do Real Brasília na história da Série A1 do Campeonato Brasileiro.

Bahia 0 x 2 Internacional

O duelo em Pituaçu começou equilibrado, com o Inter, aos poucos, marcando mais presença no campo de ataque que o Bahia. Aos 34 minutos, a volante Juliana ficou com a bola rebatida de uma cobrança de escanteio e, dentro da área, finalizou rente ao travessão. Foi a chance mais clara de gol até os 40, quando Leidy bateu falta pela direita e a também lateral Belinha, de cabeça, abriu o placar para as gurias coloradas.

As Mulheres de Aço tiveram a chance do empate nos acréscimos, mas a atacante Moretti, da entrada da área, livre, chutou rasteiro, à esquerda da meta das gaúchas. No segundo tempo, a atacante Priscila acertou a trave esquerda do Inter aos três minutos, de falta. As visitantes foram mais eficientes. Aos 18 minutos, Shashá cruzou pela direita e a também atacante Wendy Carballo concluiu, fechando o marcador em Pituaçu.


Fonte:


Notícias relevantes: